Classe Virtual:

Data/Hora Atualizada

QUER FAZER MISSÕES?

QUER FAZER MISSÕES?
O Templo precisa ser concluído. Entre em contato com o Pastor daquela igreja e saiba como ajudar

17 de maio de 2017

Lição 8: Abigail, um Caráter Conciliador



LIÇÕES BÍBLICAS CPAD – ADULTOS - 2º Trimestre de 2017
Título: O Caráter do Cristão — Moldado pela Palavra de Deus e provado como ouro
Comentarista: Elinaldo Renovato

- Lição 8 -
21 de Maio de 2017

Abigail, um Caráter Conciliador

TEXTO ÁUREO

VERDADE PRÁTICA
"A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." (Pv 15.1)

A mulher sábia, além de edificar a sua casa, contribui para apaziguar os ânimos dos que vivem ao seu redor.

LEITURA DIÁRIA
Segunda - Nm 12.3
Moisés era manso e equilibrado
Terça -  Gl 5.22
A temperança é fruto do Espírito
Quarta -   Pv 16.32
O longânimo governa o seu espírito

Quinta - Mt 11.29
Jesus, o Mestre da mansidão e da humildade
Sexta - Mt 5.9
Os pacificadores são chamados filhos de Deus
Sábado -  Tg 3.18
O fruto da justiça é para os que exercitam a paz


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Samuel 25.18-24,27,28
18 Então Abigail se apressou, e tomou duzentos pães, e dois odres de vinho, e cinco ovelhas guisadas, e cinco medidas de trigo tostado, e cem cachos de passas, e duzentas pastas de figos passados, e os pôs sobre jumentos.
19 E disse aos seus moços: Ide adiante de mim, eis que vos seguirei de perto. O que, porém, não declarou a seu marido Nabal.
20 E sucedeu que, andando ela montada num jumento, desceu pelo encoberto do monte, e eis que Davi e os seus homens lhe vinham ao encontro, e ela encontrou-se com eles.
21 E disse Davi: Na verdade que em vão tenho guardado tudo quanto este tem no deserto, e nada lhe faltou de tudo quanto tem, e ele me pagou mal por bem.
22 Assim faça Deus aos inimigos de Davi, e outro tanto, se eu deixar até amanhã de tudo o que tem, até mesmo um menino.
23 Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, e desceu do jumento, e prostrou-se sobre o seu rosto diante de Davi, e se inclinou à terra.
24 E lançou-se a seus pés, e disse: Ah, senhor meu, minha seja a transgressão; deixa, pois, falar a tua serva aos teus ouvidos, e ouve as palavras da tua serva.
27 E agora este é o presente que trouxe a tua serva a meu senhor; seja dado aos moços que seguem ao meu senhor.
28 Perdoa, pois, à tua serva esta transgressão, porque certamente fará o SENHOR casa firme a meu senhor, porque meu senhor guerreia as guerras do SENHOR, e não se tem achado mal em ti por todos os teus dias.

HINOS SUGERIDOS: 268, 302,477 da Harpa Cristã.

OBJETIVO GERAL

Mostrar que a mulher sábia, além de edificar sua casa, contribui para apaziguar os ânimos.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.
Apresentar um resumo da história de Abigail;
Mostrar aspectos do caráter de Abigail;
Explicar quais foram os resultados do caráter de Abigail.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Estudaremos, na lição deste domingo, a respeito do caráter de Abigail. Ela foi uma mulher sábia que edificou sua casa e demonstrou ter habilidade para lidar com os conflitos. Embora fosse uma mulher inteligente, teve a desventura de se casar com um homem tolo. A insensatez de Nabal fez com que ele ofendesse Davi e seus liderados, suscitando ira e desejo de vingança. Eles estavam prestando um favor a Nabal ao proteger seus rebanhos. Se não fosse a intervenção sábia de Abigail, toda a família de Nabal teria perecido. Quando a crise familiar chegou, Abigail com coragem e sabedoria, soube tomar as atitudes certas e na hora certa. Que nos momentos de crise, venhamos buscar em Deus sabedoria para agirmos com prudência, coragem e deforma pacífica.

COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
Abigail era esposa de Nabal, um rico fazendeiro, proprietário de grandes rebanhos de ovelhas e de cabras, que vivia nas proximidades do Carmelo, em Maom, não muito distante do deserto de Para. Ali, os pastores de Davi travaram contato com os pastores de Nabal. Necessitando de alimento para seus homens. Davi mandou pedir víveres a Nabal. Ao ouvir o pedido, Nabal encolerizou-se e afrontou Davi diante dos mensageiros, negando qualquer apoio (1Sm 25.10,11). Irado, Davi ajuntou homens para atacar Nabal e toda a sua casa. A tragédia foi evitada pela pronta intervenção de Abigail, que soube aplacar a ira de Davi. [Comentário: Samuel morreu, e todos os israelitas se juntaram e choraram a morte dele. Então o sepultaram na sua casa, em Ramá. Depois disso Davi saiu e foi para o deserto de Parã. Havia um descendente de Calebe, chamado Nabal, da cidade de Maom (1Sm 25),a atual Maim, situada a 11 Km a sudeste de Hebrom, e ganhava a vida na cidade de Carmelo. Ele era muito rico. Tinha três mil ovelhas e mil cabras. A sua mulher se chamava Abigail. Ela era bonita e inteligente, mas ele era mau e grosseiro. Durante as suas vagueações, Davi chegou ao local onde Nabal morava e, ouvindo que ele estava prestes a tosquiar as suas ovelhas, enviou-lhe dez dos seus homens a pedir-lhe "o que achares à mão para os teus servos". O tempo da tosquia era uma ocasião de mostrar hospitalidade e generosidade, quando os envolvidos eram servidos com muita comida e bebida. Sendo assim, esta era a ocasião certa para Davi pedir uma ajuda a Nabal. Foi o que fez. Enviou a Nabal dez homens, com o objetivo de solicitar-lhe ajuda material para suprir as necessidades daqueles que o acompanhavam. O pedido de Davi era apenas o que qualquer xeique árabe teria solicitado, mesmo nos tempos modernos, para proteção dos rebanhos de outrem. Nabal, entretanto, fiel ao significado de seu nome ("louco") insultou os mensageiros de Davi. Amontoou insultos contra Davi, como se fosse um ninguém. Não admira, pois, que Davi tenha ficado indignado e tenha marchado contra Nabal com 400 homens armados de espadas (12-13). Nabal ofendeu-se com o pedido e disse de um modo insultuoso: "Quem é Davi e quem é o filho de Jessé?" (expressão idiomática da época para se referir a um João-ninguém). Em 1Sm 25, informou-se Abigail do fato e logo se deu conta do perigo que o seu lar estava correndo.] Dito isto, vamos pensar maduramente a fé cristã?

PONTO CENTRAL
Abigail era sábia e possuía um caráter conciliador.

I - ABIGAIL, UM POUCO DE SUA HISTÓRIA

1. Nabal, um homem de Belial. Nabal significa "insensato", "tolo". O texto bíblico diz que ele era "homem mui poderoso, e tinha três mil ovelhas e mil cabras" (1Sm 25.2). Além de insensato, "era duro e maligno nas obras, e era da casa de Calebe" (1Sm 25.3). Era um homem dominado por um espírito mal, arrogante, que não se relacionava bem, nem mesmo com sua esposa. Era considerado um "tal filho de Belial", com o qual não se podia falar pacificamente (1Sm 25.17). Seu coração estava focado em seus bens materiais. Era homem de mau relacionamento, principalmente com seus servos ou empregados. [Comentário: Há pessoas que são especialistas em construir muros: vivem erguendo barreiras entre aqueles com os quais convivem, com os quais trabalham, com os quais estudam, com os quais congregam. Fazem isto promovendo discórdias, semeando contendas, espalhando fofocas, denegrindo a imagem de outro, inventando histórias. Não é sem razão que, de um modo geral, tantas crises façam parte das relações humanas. http://www.pcamaral.com.br/2010/01/abigail-uma-mulher-pacificadora-serie.html. Nabal (Insensato, sem juízo) era um descendente de Calebe, que vivia em Maon por volta de 1000 a.C. Era muito rico, possuía grandes rebanhos de ovelhas (3.000) e de cabras (1.000) no Carmelo. Nabal era um homem de difícil convivência, maligno em suas ações, inacessível, descontrolado e tolo. Cometeu a insensatez de destratar Davi e recusar-se a dar assistência a ele com seus homens. Nabal morreu de forma melancólica. Após saber do risco que havia corrido, sofreu um mal súbito (talvez um infarto ou derrame) que o deixou por dez dias como uma pedra (talvez em coma). Só então faleceu. Nabal tornou-se um triste exemplo para todos nós. Seus atos servem de lição que jamais deverão ser repetidas..]

7 de maio de 2017

Lição 7: Rute, Uma Mulher Digna de Confiança



LIÇÕES BÍBLICAS CPAD – ADULTOS - 2º Trimestre de 2017
Título: O Caráter do Cristão — Moldado pela Palavra de Deus e provado como ouro
Comentarista: Elinaldo Renovato

- Lição 7 -
14 de Maio de 2017

Rute, Uma Mulher Digna de Confiança

TEXTO ÁUREO

VERDADE PRÁTICA
“[...] porque, aonde quer que tu fores, irei eu e, onde quer que pousares à noite, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus." (Rt 1.16)

Deus usou Rute, quebrando todos os paradigmas raciais, para torná-la parte da linhagem do Messias.

LEITURA DIÁRIA
Segunda - Ne 13. 2
Deus transformou a maldição em bênção
Terça -  Sl 115.3
Deus faz tudo o que lhe apraz
Quarta -   Jo 3.16
Jesus veio para morrer por todos os homens que nEle creem

Quinta - SI 24.1
O mundo e seus habitantes pertencem a Deus
Sexta - Cl 3.10,11
Em Cristo, nenhum povo é excluído do seu amor
Sábado -  Ef 2.19
Em Cristo, todos somos da família de Deus


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Rute 1.11,14 – 18
11 Porém Noemi disse: Voltai, minhas filhas. Por que iríeis comigo? Tenho eu ainda no meu ventre mais filhos, para que vos sejam por maridos?
14 Então levantaram a sua voz, e tornaram a chorar; e Orfa beijou a sua sogra, porém Rute se apegou a ela.
15 Por isso disse Noemi: Eis que voltou tua cunhada ao seu povo e aos seus deuses; volta tu também após tua cunhada.
16 Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus;
17 Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.
18 Vendo Noemi, que de todo estava resolvida a ir com ela, deixou de lhe falar.

HINOS SUGERIDOS: 96, 467, 515 da Harpa Cristã.

OBJETIVO GERAL

Mostrar que Deus usou a vida de Rute para quebrar paradigmas raciais e torná-la parte da linhagem do Messias.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.
Apresentar um resumo da história de Rute;
Mostrar o cuidado de Noemi e o caráter de Rute;
Explicar como Rute entrou na genealogia de Jesus.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Na lição de hoje, estudaremos a respeito do caráter bondoso e fiel de Rute. Ela se recusou a abandonar sua sogra, viúva e sem nenhum recurso financeiro. Rute escolheu ajudar Noemi e seguir o seu Deus. Ela trabalhou nos campos recolhendo espigas para sustentar sua sogra e para sobreviver. Esse era um trabalho honesto, porém nada fácil para uma mulher sozinha. Sua história revela seu caráter bondoso e fiel ao Deus de Israel e à sua sogra. Aprendemos com seu perfil que o amor e a bondade são capazes de mudar a história de uma pessoa. Pois, essa gentia, que não fazia parte do povo de Deus, entrou na genealogia de Jesus.

COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
Nesta lição, estudaremos o caráter de uma jovem estrangeira, que se tornou uma das mulheres mais admiráveis da Bíblia. Trata-se de Rute, uma moça moabita, que se casou com um jovem hebreu, contrariando os costumes e os preceitos legais de seu povo. A narrativa do livro que tem o seu nome mostra que Deus é soberano, onipotente, e, ao mesmo tempo, misericordioso e amoroso. O livro de Rute é considerado umas das mais belas peças da literatura universal. [Comentário: “...buscar suprimento para as suas necessidades? De seu falecido marido? De Noemi? Não sabemos, mas sabemos que Rute permaneceu comprometida fazendo a coisa certa, e Deus a surpreendeu suprindo todas as suas necessidades e mais do que isso. Deus providenciou para Rute a pessoa do Boaz, um homem de caráter semelhante;” John C. Maxwell Biblia da Liderança Cristã 2° Ediçao. Rute, moabita, descendente de Ló, que teve uma relação incestuosa promovida pela filha mais velha de Ló, sobrinho de Abraão, logo após a destruição de Sodoma e Gomorra. Independentemente do que a vida nos traga, podemos viver de acordo com os preceitos de Deus. Genuíno amor e bondade serão recompensados. Deus abençoa abundantemente aqueles que procuram viver uma vida obediente. Vida obediente não permite "acidentes" no plano de Deus. Deus estende misericórdia aos misericordiosos.] Dito isto, vamos pensar maduramente a fé cristã?

PONTO CENTRAL
Rute tinha um caráter bondoso e íntegro.

I - RUTE, UM RESUMO DE SUA ORIGEM

1. Uma estrangeira. O nome Rute significa "amizade". Ela era moabita. Um fato histórico tornou os moabitas adversários de Israel. Eles não permitiram ao povo de Deus passar pelo seu território quando deslocava-se em direção a Canaã, e precisava passar pelo território de Moabe, sob a liderança de Moisés (Nm 20.19). Eles foram hostis. Por isso. Deus determinou que nem moabitas nem amonitas poderiam fazer parte da "congregação do Senhor", ou do povo de Israel, "nem ainda a sua décima geração" (Dt 23.3-6; Ne 13.2). Essa é a origem étnica de Rute. Se houvessem sido observados os preceitos da Lei, ela jamais poderia fazer parte da linhagem do povo de Israel. [Comentário: Moabitas são os habitantes de Moabe ("semente do pai"), eram aparentados com os hebreus, através de Ló e sua filha mais velha (Gn 19.30-38). Embora descendecem de Ló e tenham conhecido o Deus de Abraão, o deus adorado pelos moabitas era Quemos (Nm 21.29). O culto desse deus incluía sacrifícios humanos nos montes (principalmente de crianças), à semelhança de Moloque (divindade do reino de Amon), as vítimas eram os primogênitos, queimados vivos como oferendas. Além disso, banhavam-se no mar de Arabah (atual Mar Morto) para se purificar e defecavam publicamente em grandes latrinas em frente aos ídolos. Essa estranha prática fornecia o que os sacerdotes de Quemos precisavam para suas previsões (Jr 48). Baal-Peor era o deus mais popular de todos os deuses entre os povos daquela região, representado por um touro, símbolo de força e de fertilidade e considerado o deus das chuvas e das colheitas. Segundo o site Chabad.org, “Ruth, uma princesa moabita, imbuída de elevados ideais, não estava satisfeita com a idolatria de seu próprio povo e quando chegou a oportunidade, abriu mão do privilégio da realeza em sua terra, aceitando uma vida de pobreza entre um povo que ela admirava. Ruth fez amizade com essa família judia e começou a comparar o diferente modo de vida com o seu próprio. Aprendeu a admirar as leis e costumes judaicos, e a insatisfação que já sentia com a idolatria de seu povo, tornou-se uma objeção positiva. Quando um dos filhos de Naomi a pediu em casamento, ela sentiu-se feliz e orgulhosa em aceitar. Não ficou com remorso frente ao que estava renunciando: a vida de luxúria no palácio, o título real, as perspectivas de riqueza e honra no futuro, pois percebia o valor do povo ao qual agora se unia” http://www.chabad.org.br/datas/shavuot/estudo/estu05.html. Nos tempos de Josué, Balaão era um sacerdote da cidade de Baal-Peor, chamado pelo rei Balak para amaldiçoar os israelitas. Depois de repreendido pelo Senhor, Balaão acabou abençoando os israelitas, mas ensinou as mulheres de Moabe a se casarem com os israelitas e introduzirem seu culto no reino vizinho (Nm 22-25, Jz 10.6). Salomão teve duas esposas moabitas, que construíram altares a Baal-Chemosh nas montanhas vizinhas ao Templo (1Rs 11). Os músicos que compuseram alguns dos Salmos condenaram isso (Sl 106.28). Em Apocalipse, o Senhor também condena os seguidores de Balaão na igreja de Pérgamo (Ap 2.12-17). http://loungecba.blogspot.com.br/2013/02/andando-por-moabe.html.]

Lição 7: Rute, Uma Mulher Digna de Confiança (Prof Caramuru)

1 de maio de 2017

Lição 6: Jônatas, Um Exemplo de Lealdade



LIÇÕES BÍBLICAS CPAD – ADULTOS - 2º Trimestre de 2017
Título: O Caráter do Cristão — Moldado pela Palavra de Deus e provado como ouro
Comentarista: Elinaldo Renovato

- Lição 6 -
7 de Maio de 2017

Jônatas, um Exemplo de Lealdade

TEXTO ÁUREO

VERDADE PRÁTICA
"E Jônatas e Davi fizeram aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma." (1Sm 18.3)

O cristão deve ser exemplo de lealdade a Deus, a seus familiares e a todos os que estão ao seu redor.

LEITURA DIÁRIA
Segunda - Dt 3.22
Deus peleja pelo seu povo
Terça -  Pv 17.17
Na angústia nasce o irmão
Quarta -   Pv 18.24
Amigo mais chegado que um irmão

Quinta - Pv 27.10
Um amigo não abandona o outro
Sexta - Jo 11.11
Um amigo de Jesus
Sábado -  1Sm 26.23
O Senhor paga a lealdade


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Samuel 18.3,4; 19.1,2,17,17,31,32
1 Samuel 18
3 E Jônatas e Davi fizeram aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.
4 E Jônatas se despojou da capa que trazia sobre si, e a deu a Davi, como também as suas vestes, até a sua espada, e o seu arco, e o seu cinto.
1Samuel 19
1 E FALOU Saul a Jônatas, seu filho, e a todos os seus servos, para que matassem a Davi. Porém Jônatas, filho de Saul, estava mui afeiçoado a Davi.
2 E Jônatas o anunciou a Davi, dizendo: Meu pai, Saul, procura matar-te, pelo que agora guarda-te pela manhã, e fica-te em oculto, e esconde-te.
1Samuel 20
8 Usa, pois, de misericórdia com o teu servo, porque o fizeste entrar contigo em aliança do SENHOR; se, porém, há em mim crime, mata-me tu mesmo; por que me levarias a teu pai?
16 Assim fez Jônatas aliança com a casa de Davi, dizendo: O SENHOR o requeira da mão dos inimigos de Davi.
17 E Jônatas fez jurar a Davi de novo, porquanto o amava; porque o amava com todo o amor da sua alma.
31 Porque todos os dias que o filho de Jessé viver sobre a terra nem tu estarás seguro, nem o teu reino; pelo que envia, e traze-mo nesta hora; porque é digno de morte.
32 Então respondeu Jônatas a Saul, seu pai, e lhe disse: Por que há de morrer? Que tem feito?

HINOS SUGERIDOS: 8,198,536 da Harpa Cristã.

OBJETIVO GERAL

Mostrar que o cristão deve ser exemplo de lealdade a Deus, aos familiares e amigos.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.
Apresentar as circunstâncias que uniram Jônatas a Davi;
Mostrar que a amizade de Jônatas e Davi foi aprovada por Deus;
Refletir a respeito das lições do caráter de Jônatas.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Prezado professor, estudaremos a respeito da amizade e lealdade de Jônatas e Davi Esse é um assunto bem relevante, pois vivemos tempos difíceis onde os interesses pessoais foram colocados acima das amizades. Então, para refletir com profundidade e tornar a aula mais participativa, inicie a lição pedindo que os alunos citem algumas qualidades do caráter de Jônatas e Davi. À medida que eles forem citando, vá relacionando as qualidades no quadro. Depois de ouvir com atenção os alunos, explique que as características do caráter de Jônatas e Davi revelam que eles eram homens cujo caráter foi forjado por Deus. Eles tinham consciência de suas limitações, eram prudentes e amavam a Deus acima de todas as coisas. Ressalte o fato de que os amigos são presentes do Pai, por isso, merecem a nossa lealdade. Sem lealdade não pode haver amizade, é o que nos ensina a história de Jônatas e Davi.

COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
Jônatas entrou para a história à sombra do pai, mas pouca coisa herdou de seu genitor. Demonstrou ser um guerreiro cheio de coragem e determinação. E, aliada à sua coragem, está a sua humildade, sua fé e obediência ao Senhor, virtudes indispensáveis a um homem de Deus. Sua amizade por Davi nasceu de forma inesperada, quando assistiu, de perto, a vitória do jovem pastor de ovelhas sobre o imbatível gigante Golias, o campeão dos filisteus, que desafiava os exércitos israelitas, e afrontava o nome do Senhor. [Comentário: Lealdade é a qualidade, ação ou procedimento de quem é leal, sincero, franco e honesto; Fiel aos seus compromissos. Amizade é um sentimento de grande afeição, simpatia, apreço entre pessoas. O Dr. John Mackay, presidente do Seminário de Princeton, em seu livro “O sentido da vida”, disse que não há relação mais espiritual e sublime que a amizade. A relação de amigos é mais elevada que a de irmãos, noivos ou esposos, pois há muitos irmãos, noivos e esposos que não são amigos. Jônatas (יְהוֹנָתָן; Yonatan: “presente de Deus”), filho mais velho do rei Saul. Jônatas e Davi são um exemplo clássico de amizade e lealdade, bem ao estilo das definições postas inicialmente, que deve existir em todas as amizades. (Veja a Árvore Genealógica de Jônatas: https://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%B3natas). Desde o início da amizade entre estes dois vultos da história israelita, vemos a diferença do caráter de Jônatas e do seu pai. Se Jônatas tivesse herdado o caráter do pai, ele teria odiado Davi, já que este estaria tomando o reino do próprio príncipe. Saul se preocupou com essa ameaça aparente e lançou uma campanha para matar Davi e segurar o trono para Jônatas. Ele disse para seu filho, Jônatas: “Pois, enquanto o filho de Jessé viver sobre a terra, nem tu estarás seguro, nem seguro o teu reino; pelo que manda buscá-lo, agora, porque deve morrer” (1Sm 20.31). Jônatas recusou ajudar assassinar Davi, o que o colocou como alvo da fúria de Saul. Aqui começamos a compreender o Provérbio que diz: “...há amigo mais chegado do que um irmão” (Pv 18.24). Dessa amizade e fidelidade, Jônatas não ceifou benefícios imediatos. Pessoas egoístas que só investem nas amizades que oferecem retorno não sabem amar como Jônatas amou, e acabam decepcionando aqueles que se relacionam com elas. Esta amizade rendeu um lugar importante na história e amparou seu filho: “Disse Davi: Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul, para que use eu de bondade para com ele, por amor de Jônatas?” (2Sm 9.1), Mefibosete, recebeu de Davi um lugar na mesa do rei,
 e o filho de Jônatas passou a ser sustentado como se fosse membro da família real.] Dito isto, vamos pensar maduramente a fé cristã?

PONTO CENTRAL
Precisamos ser leal a Deus e aos amigos.