UM COMENTÁRIO APROFUNDADO DA LIÇÃO, PARA FAZER A DIFERENÇA!

Nossa intenção é possibilitar um aprofundamento, tópico a tópico, do conteúdo das lições da EBD, para você aprofundar sua fé e fazer a diferença.

Classe Virtual:

Sente o coração compungido em contribuir com o nosso Ministério? Faça isso de forma simples, pelo PIX: 69381925291 – Mande-me o comprovante, quero agradecer-lhe e orar por você (83) 9 8730-1186 (WhatsApp)

11 de março de 2020

(ADULTOS) Lição 11: O HOMEM DO PECADO


ANO 11 | Nr 1.374 | 2020
52.805 leitores no último mês
LIÇÕES BÍBLICAS CPAD ADULTOS - 1º Trimestre de 2020
Título: A Raça Humana: Origem, Doutrina e Redenção. Comentário: Claudionor de Andrade

LIÇÃO 11
15 DE MARÇO DE 2020
O HOMEM DO PECADO


TEXTO ÁUREO
E, então, será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo esplendor da sua vinda(2Ts 2.8).

VERDADE PRÁTICA
O Homem do Pecado, a encarnação máxima da maldade, será destruído por Jesus Cristo — o Homem Perfeito.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
2 Tessalonicenses 2.1-15

INTRODUÇÃO
||Nesta lição, trataremos de como nos últimos dias, um homem será usado por Satanás para afrontar a Deus e perseguir Israel — o Anticristo. Conhecido também como o Homem do Pecado, esse personagem maligno aparece, na Bíblia Sagrada, como o representante mais autorizado de Satanás. Não podemos ignorá-lo; temos de conhecer o seu caráter, missão e destino final. Que este estudo nos ajude a precaver-nos contra o espírito do Anticristo, que já opera no mundo (1Jo 4.1-3). Estejamos alertas. Mas não percamos o ânimo, pois o que está conosco, e em nós, é infinitamente mais poderoso. Aleluia!||. [Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- Embora possa parecer, esta lição não trata de escatologia; ela dá prosseguimento ao tema proposto e tratado já nas lições anteriores e deve ser encarada assim, embora, os tópicos claramente falem escatologicamente. A atenção, então, deve ser dada ao mal que impera no homem. Por tanto, neste plano de aula, embora comente alguns traços da personagem dominada por Satanás que há de surgir no período da Grande Tribulação, o enfoque se manterá na depravação do homem e sua propensão ao mal. A Bíblia fala sobre o “espírito do anticristo” (1Jo 4.2-3). Esse espírito atua na vida de muitas pessoas que ensinam falsas doutrinas, negando que Jesus é a encarnação de Deus e que veio salvar o mundo. Esse espírito tem agido desde o início da igreja, procurando enganar a muitos, até dentro da igreja. Vamos pensar maduramente a fé cristã?

I – O HOMEM DO PECADO
||Neste tópico, enfocaremos a origem, os títulos e a natureza do Homem do Pecado.
1. Origem do Homem do Pecado. Caim e Lameque, prefigurando o Anticristo, opuseram-se sistematicamente a Deus (Gn 4.1-10, 23,24). Ambos agiram como o Homem do Pecado, que há de aparecer tão logo a Igreja seja arrebatada (2Ts 2.6,7). Nesse mesmo grupo, nomearemos o Faraó do Êxodo, o perverso Amã e o sanguinário Herodes (Êx 1.8-16; Et 3.1-6; Mt 2.13). Desde os tempos bíblicos, muitos fizeram-se anticristos e dispuseram-se a perseguir a Israel e a Igreja do Cordeiro. Destes, citaremos apenas alguns — Nero, Hitler e Stalin — pois a lista é longa e enojadiça.||. [Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- Qual seria a origem do Homem do Pecado, aquele identificado por Paulo em 2Ts 2.3? O homem do pecado, o filho da perdição, que o apóstolo Paulo se referiu, é “o príncipe que há de vir”, e que até hoje ainda não veio! Então, nenhum destes citados se enquadram na personagem predita, embora suas vidas o prefigurem perfeitamente. Paulo identifica essa personagem chamando-o de "homem da iniquidade." Alguns textos usam "homem transgressor", mas não ha diferença real em significado, posto ser iniquidade igual a transgressão (1Jo 3.4). Esse é o chamado "principe que ha de vir" (Dn 9.26) e o "pequeno chifre” (Dn 7.8), a quem João chama de "besta" (Ap 13.2-10,18), mais conhecido como o Anticristo. O contexto e a linguagem identificam, claramente, uma pessoa real no tempo vindouro que, na verdade, executara as coisas profetizadas a respeito dela nas Escrituras. Ele também é chamado de "o filho da perdição" ou destruição, termo usado para se referir a Judas Iscariotes (Jo 17.12). Sendo assim, será quase que natural o surgimento dessa personagem, por que o meio de onde ele sairá – o sistema mundano, está corrompido pelo pecado e seus seguidores não poderão enxergar sua verdadeira face, por que estará cegados pela ação de Satanás, em um nível ainda maior do que podemos constatar hoje.

||2. Títulos do Homem do Pecado. O título principal deste personagem é “Anticristo” (1Jo 2.18). O apóstolo João, sempre atento aos sinais dos tempos, soube como desmascarar os antecessores do Homem do Pecado; em seus dias, já não eram poucos. No Apocalipse, o Homem do Pecado é descrito como a besta que sobe da terra (Ap 13.1). Se retroagirmos a Daniel, constataremos que o Anticristo é apresentado como o príncipe que há de vir (Dn 9.26). O Senhor Jesus, por sua vez, mostra-o como aquele que, desprezando o Pai e o Filho, aparece mentindo e enganando os incautos (Jo 5.43)||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- A primeira ocorrência do termo anticristo é em 2Ts 2.18. Seu uso é encontrado somente nas epistolas de João. Aqui, e um nome próprio e refere-se ao governante mundial que virá no fim, revestido pelo poder de Satanás, e que tentará ocupar o lugar do verdadeiro Cristo e se opor a ele (Dn 8.9-11; 11.31-38; 12.11; Mt 24,15; 2Ts 2 ,1-1 2; Ap 13.1-5; 19.20). Ao longo da história muitos anticristos tem surgido, e o termo é usado para identificar e caracterizar os falsos mestres que estavam perturbando as congregações de João porque suas falsas doutrinas distorciam a verdade e se opunham a Cristo (Mt 24.24; Mc 13.22; At 20.28-30). O termo, portanto, refere-se a um principio do mal encarnado nos homens que são hostis para com Deus e se opõem a ele (2Co 10.4-5). Em Apocalipse 13.1 João descreve outra personagem, uma besta, literalmente, "um monstro", que descreve um animal cruel e matador. No presente contexto, o termo representa tanto uma pessoa, o anticristo, bem como seu sistema, o mundo. O ultimo império satânico mundial será inseparável do homem possesso de demônio que o conduz. Ele também e descrito em Daniel 7.8,21-26; 8.23-25; 9.24-27; 11.36-45.

||3. A natureza do Homem do Pecado. O Homem do Pecado será de tal forma usado por Satanás, que chegará a ser confundido com este (2Ts 2.9). Ele aparecerá como uma espécie de “ungido” do Diabo. E, na força do Maligno, realizará grandes sinais e prodígios, induzindo a humanidade a recepcioná-lo como se fosse o próprio Deus (2Ts 2.4). Os que não tomarem parte no arrebatamento da Igreja serão obrigados a prestar-lhe honras e adoração (Ap 13.4). Nele, a possessão satânica será plena||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- A "apostasia" e a abominação da desolação que ocorrerá durante a tribulação, mencionada em Daniel 9.27; 11.31 e Mt 24.15. Esse homem do pecado não é Satanás, embora seja ele a força por trás dele e ele tem motivos semelhantes aos desejos do diabo (Is 14.13-14). Paulo está se referindo ao ato genuíno da apostasia final que revelará o último anticristo e estabelecerá o curso dos acontecimentos que prenunciarão o Dia do Senhor. Aparentemente, ele será visto como um incentivador da religião, de modo que Deus e Cristo não aparecem como seus inimigos até a apostasia. Ele exalta a si mesmo e se opõe a Deus ao entrar no templo, o lugar de adoração a Deus, declarando ser ele mesmo Deus e exigindo a adoração do mundo. Com essa atitude satânica de autoendeusamento, ele comete a grande apostasia em oposição a Deus. Nos primeiros três anos e meio da tribulação, ele manterá relacionamento com Israel, mas colocará um fim nele (Dn 9.27), e nos últimos três anos e meio, haverá grande tribulação sob o seu reinado (Dn 7.25; 11.36-39; Mt 24.15-21; Ap 13.1-8), que culminará no Dia do Senhor.
- Ele realizará atos poderosos que apontarão para si mesmo como tendo recebido poder sobrenatural. Toda a sua atuação será enganosa, seduzindo o mundo a adorá-lo e ser condenado. Sua influencia é limitada a enganar os não salvos que acreditarão em suas mentiras (Mt 24.24; Jo 8.41-44). Eles perecem no engano por causa da cegueira imposta por Satanás quanto a verdade do evangelho da salvação (Jo 3.19-20; 2Co 4.4). As pessoas que preferem amar o pecado e a mentira ao invés da verdade do evangelho receberão a paga severa e divina, como todos os pecadores. O próprio Deus mandará o juízo que assegura o destino deles em forma de influencia enganosa, de modo que eles continuarão a acreditar no que é falso, eles aceitam o mau como bom, e a mentira como a verdade. Portanto, Deus utiliza Satanás e o Anticristo como seus instrumentos de juízo (1Rs 22.19-23).

II - A MISSÃO DO HOMEM DO PECADO
||A missão do Homem do Pecado será quádrupla: opor-se metodicamente a Deus, a Israel, a Cristo e à Igreja.
1. Opor-se a Deus. Satanás não ignora este fato: jamais logrará derrotar a Deus (Jó 42.2). Por essa razão, volta-se contra todas as obras divinas. Ele tenta impedir, prioritariamente, o Evangelho de Cristo de alcançar os confins do mundo, para que o Reino dos Céus jamais se instale na Terra. Ferozmente, opõe-se a Deus, aos santos anjos, à Igreja, a Israel e aos redimidos do Cordeiro (Dn 10.13-21; 1Ts 2.18; Ap 12.10,11,13-17). Mantenhamo-nos vigilantes. Oremos e Vigiemos. De nosso Deus temos a promessa: “E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém!” (Rm 16.20)||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
O propósito do Anticristo: “O que levaria alguém a empreender tal arrogância enganosa? Por que tal esforço num reino simulado? Por que alguém com este tipo de soberania mundial sequer desejaria que seu reino fosse identificado com o de Cristo, rotulado com o nome de Deus? Fazer estas perguntas é respondê-las. O propósito do Anticristo é destruir os santos, os eleitos de Deus. E aqui chegamos ao cerne do assunto. O homem Anticristo, habitado pelo espírito de Satanás, opõe-se a Deus e a Jesus, o seu Cristo. Com um ódio que podemos retroceder até a queda dos anjos antes de Gênesis 3, ele despreza Deus e a causa de Deus em Jesus. Mas ele não pode tocar Deus, pois Deus o expulsou do céu, de acordo com Apocalipse 12; e ele não pode tocar o Cristo de Deus, pois Jesus foi levado ao céu. Assim, a única coisa que resta para ele fazer é soprar seu fogo sobre a semente da mulher, a Igreja de Cristo. Apocalipse 12 descreve esta igreja como o resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo. Em Mateus 24 eles são descritos como os escolhidos de Deus. O diabo sabe que atacar a Igreja é atacar Jesus, o Cristo; e causar danos ao corpo de Cristo é infligir danos sobre Cristo. Ele também sabe que, porque os membros da igreja são os escolhidos de Deus, eternamente amados por Deus (Deuteronômio 7:6-8), destruí-los é equivalente a derrotar Deus. Assim, os objetos de sua fúria são os amados por Deus. Seu império mundial será mais uma tentativa de ver concretizado seu sonho milenar de derrotar a Deus e o propósito de Deus na Semente da mulher do que um inchar do seu ego. Em sua mente, a promessa de Deus de que a cabeça da Serpente será esmagada nunca deve ser cumprida. Ele deve ter a vitória e derrotar Deus. Derrotar o povo de Deus é derrotar o próprio Deus. Ele deseja ter você, que guarda os mandamentos de Deus e tem o testemunho de Jesus Cristo o eleito de Deus. E se isto é verdade, você deve saber como ele trabalha. Você deve entender seus métodos”. (https://www.passeidireto.com/arquivo/39134624/o-anticristo-rev-barry-gritters/4.)

|| 2. Opor-se a Israel. Através de seus anticristos, o Diabo vem reunindo todos os esforços para destruir Israel quer física quer espiritualmente (Êx 1.8-22; Ap 2.14). O que dizer da destruição em massa dos judeus durante a Segunda Guerra Mundial? Nesse período, mais de seis milhões de pessoas foram brutal e covardemente assassinadas. Na Grande Tribulação, o Homem do Pecado perseguirá implacavelmente os judeus, para aniquilá-los de uma vez por todas (Ap 12.17). Mas, quando Jesus Cristo retornar em glória, todo o Israel será salvo (Rm 11.26)||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- Com esse espírito do Anticristo, em oposição a Israel – como povo escolhido de quem viria o Messias, houve uma rainha em Judá que por pouco, não impediu o surgimento do Messias, Atália, a filha de Acabe com Jezabel. Casou com Jeorão, rei de Judá, ela tornou-se regente do reino de Judá durante seis anos, sucedendo após a morte de seu filho, Acazias. Promoveu o culto de Baal, da mesma forma que Jezabel, sua mãe, havia feito anteriormente no Reino do Norte. Num ato de vingança contra a execução de toda a Casa Real de Acabe, Atália mandou assassinar todos os membros da Casa Real de Davi e assumiu o trono de Judá; seu intento de eliminar a descendência de Davi foi frustrada por Jeoseba, que escondeu o herdeiro do trono Joás, filho de Acazias, que tinha um ano de idade. Ele foi criado em segredo no Templo de Jerusalém pelo Sumo Sacerdote Joiada e por sua mulher.
-Nesse sentido, ainda, aconteceram diversas diásporas, (heb tefutzah, "dispersado", ou גלות galut "exílio"), as diversas expulsões forçadas dos judeus pelo mundo, a começar pela queda de Jerusalém em 70 d.C., culminando com o extermínio em massa promovido pelos alemães na 2ª Grande Guerra. Ainda hoje, muitas nações se levantam contra Israel com planos de extinguir o povo judeu, como os extremistas do Irã que sonham em varrer Israel do mapa.
- As Escrituras afirmam que Satanás voltará a sua frustrada fúria contra cada seguidor do Cordeiro que encontrar —judeus ou gentios, contra qualquer que guardar os mandamentos de Deus e o testemunho de Jesus, ou seja a verdade revelada de Deus e de Cristo.

||3. Opor-se a Jesus Cristo. No que concerne ao Filho de Deus, a missão do Homem do Pecado é dupla: opor-se a Cristo, e colocar-se no lugar de Cristo, como se ele (o Anticristo) fosse o verdadeiro messias e salvador do mundo (Mt 24.5,23,24). Leia com atenção Ap 13. No início, tentou matar fisicamente o Filho de Deus (Mt 2.13). Depois, procurou enredá-lo na tentação do deserto (Mt 4.1). E, finalmente, reuniu todos os seus recursos “teológicos” para destruir a genuína cristologia — o estudo da vida e da obra de Cristo (1Jo 4.2,3). O Homem do Pecado nega tanto a humanidade como a divindade de Nosso Senhor. Quanto a nós, professaremos audaciosamente que Jesus Cristo é Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus. Aleluia!||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- “O anticristo é quem nega que Jesus é o Cristo, a encarnação de Deus na terra (1 João 2:22-23). Essa pessoa recusa aceitar a verdadeira identidade de Jesus: Deus feito homem. Um anticristo poderá acreditar que Jesus é Deus mas nunca veio como um homem verdadeiro; ou poderá dizer que Jesus era apenas um homem, não Deus; ou poderá nem acreditar que Jesus existiu! O anticristo espalha mentiras sobre Cristo. Todo crente deve tomar cuidado contra ensinamentos de anticristos. É muito importante conhecer a verdade da Bíblia, para não ser enganado. Jesus é Deus. Ele veio como um homem para salvar o mundo do pecado. Ele pode salvar você. Todo que nega isso é o anticristo (2 João 1:7).” (https://www.respostas.com.br/quem-e-o-anticristo/). Note que o anticristo ataca a doutrina, o verdadeiro ensino! Nestes dias, temos visto muitos pseudo-pregadores ensinando heresias e sendo seguidos e aplaudidos por uma multidão, em sua maioria jovens. Urge estudarmos de forma acurada as Escrituras, guardá-la no coração, até mesmo decorando seu texto, para que esse homem da iniqüidade não nos arranque aquilo que temos por mais precioso – a Palavra de Deus!
- João nos oferece uma fórmula pela qual reconheceremos quem se coloca no papel de Homem do Pecado: “Nisto reconheceis o Espírito de Deus” (1Jo 4.2). O modo de avaliar se o propagador da mensagem é um espírito demoníaco ou o Espírito Santo, é se seu ensino considera a divindade e a humanidade - Jesus Cristo veio em carne. Essa é a primeira prova de um verdadeiro mestre: ele reconhece e proclama que Jesus é o Deus encarnado que se fez homem! Os falsos mestres que negavam a verdadeira natureza do Filho devem ser identificados com os anticristos. O mesmo engano demoníaco que entrara em ação para gerar o ultimo líder mundial que governará como o falso Cristo está sempre procurando distorcer a verdadeira natureza de Jesus Cristo, corrompendo o evangelho. O ultimo anticristo não será algo novo, mas a personificação máxima dc todos os espíritos dc anticristo que corromperam a verdade e propagaram mentiras satânicas desde o principio, Isso e semelhante a passagem de 2Ts 2.3-8, na qual o homem da iniquidade (o Anticristo) ainda está para ser revelado, mas o mistério da iniquidade esta sempre em ação.

||4. Opor-se à Igreja. O Homem do Pecado opõe-se impiedosamente aos discípulos de Jesus Cristo (Jo 15.18,19). Ele sabe como usar o sistema mundano contra a Igreja. Mas, consolemo-nos, pois o que está em nós é mais poderoso que o Maligno (1Jo 4.4). Não temamos, pois, o que nos pode matar o corpo, mas nada pode fazer quanto à nossa alma (Mt 10.28)||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- A perseguição não acontece somente na forma de morte e encarceramento ou proibição de manifestar a fé publicamente. Ela também acontece de dentro para fora, e esta é a forma mais destruidora, porque alcança as mentes desprovidas do conhecimento bíblico. Os cristãos precisam estar cientes e alertas quanto aos falsos ensinos, mas não temer, uma vez que aqueles que tiveram a experiência do novo nascimento e é habitado pelo Espírito Santo dispõem de um mecanismo de proteção contra o falso ensino. O Espírito Santo conduz a doutrina para que os cristãos genuínos evidenciem que a salvação de fato ocorreu (Rm 8.17). Os verdadeiros cristãos nada tem a temer, pois as hostes de Satanás com suas perversões não podem arrancá-los da mão do Senhor. A proteção contra o erro e a vitoria sobre ele são garantidas pela sã doutrina e pela morada do Espírito Santo que ilumina a mente. O AT e o NT são os únicos parâmetros pelos quais todo ensino deve ser testado. Em contrapartida, os mestres inspirados por demônios rejeitam o ensino da Palavra de Deus ou acrescentam elementos a ela (2Co 4.2: Ap 22.18-19).

III - A DESTRUIÇÃO DO HOMEM DO PECADO
||Vejamos, agora, a ascensão, o auge e a ruína do Homem do Pecado. Ao contrário do Reino de Jesus Cristo, o império de Satanás não é eterno, mas temporal e efêmero.
1. A ascensão de seu império. Tão logo a Igreja seja arrebatada, Deus permitirá que Satanás, através de seus dois escolhidos — a Besta e o Falso Profeta —, reine absolutamente por três anos e meio (Ap 13.5). O primeiro será um agente político, e o segundo um delegado religioso||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- Deus soberano estabelecerá os limites nos quais o anticristo terá permissão para falar e agir. Deus permitirá que ele expresse suas blasfêmias, para levar a fúria de Satanás ao auge na terra durante três anos e meio (Ap 13.5; 11.2-3; 12.6,13-14). Os três anos e meio finais — 1.260 dias — do "tempo de angústia para Jacó" (Jr 30.7) e da 70ª semana de Daniel (Dn 9.24-27), conhecidos como a grande tribulação, quando de fato o iníquo se revelará, o abominável da desolação (Mt 24.15).

||2. O auge de seu império. O Homem do Pecado, no auge de seu poder, dominará tanto a economia quanto a religiosidade humana, agrupando todas as coisas sob o seu comando (Ap 13.7,8,16-18). O seu governo, a princípio, será aceito por todos sem qualquer contestação (Ap 13.4)||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- O anticristo será primariamente um líder político e militar, mas o falso profeta será um líder religioso. Política e religião se unirão numa religião universal de adoração ao anticristo (veja 17.1-9,15-17).Pessoas no mundo inteiro ficarão abismadas e fascinadas quando o anticristo reinar e pacificar e inclusive, promover coisas prodigiosas como parecer ter ressuscitado dos mortos. Seus poderes carismáticos, brilhantes e atrativos, porém ilusórios, instigarão o mundo a segui-lo sem questionar (Ap 13.14; 2Ts 2.8-12). O anticristo tera permissão para massacrar aqueles que sao filhos de Deus (cf. 6.9-11; 11.7; 12.17; 17.6; Dn 7.23-25; 8.25; 9.27; 11.38; 12.10; Mt 24.16-22). O anticristo jamais pode tirar a salvação dos eleitos. O eterno registro dos eleitos jamais será alterado, nem os salvos adorarão o anticristo no dia dele.

||3. A ruína de seu império. Passados os três primeiros anos e meio de seu governo, o Anticristo começará a experimentar a ira do Cordeiro de Deus. Sua ruína ocorrerá no auge de sua administração (1Ts 5.3). E, depois que todas as pragas se abaterem sobre o seu reino, será ele, juntamente com o Falso Profeta, lançado no lago de fogo, para onde será jogado também, após o Milênio, o arqui-inimigo de Deus — Satanás (Ap 19.20; 20.10)||.[Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- O cenário é o Armagedom... a besta foi aprisionada... num instante, os exércitos do mundo ficam sem líderes. A besta é o anticristo; o falso profeta é sua coorte religiosa, são lançados vivos os corpos da besta e do falso profeta serão transformados e serão banidos diretamente para o lago de fogo (Dn 7.11) — os primeiros de incontáveis milhões de pessoas não regeneradas (Ap 20.15) e anjos caídos (Mt 25.41) a chegarem a esse terrível lugar. O fato desses dois ainda aparecerem lá mil anos mais tarde (Ap 20.10) refuta a falsa doutrina da aniquilação defendida pelos Adventistas (Ap 14.11; Is 66.24; Mt 25.4 1; M c 9.48; Lc 3.17; 2Ts 1.9). É interessante notar que o inferno será inaugurado nesse momento, o lago de fogo e enxofre, lugar de punição eterna de todos os rebeldes impenitentes, angélicos ou humanos (Ap 20.10,15). Notemos, ainda, o interessante fato de que o Novo Testamento fala mais de Inferno do que de céu; a punição eterna é recorrente e nos alerta da severidade e seriedade que o assunto requer, da urgência e comprometimento de todos nós em anunciar o Evangelho e assim alcançar alguns para o Reino Eterno.

CONCLUSÃO
||O Homem do Pecado será o ser humano mais iníquo, mau e blasfemo de todos os tempos. Em termos de maldade, quer essencial, quer formal, será ele superado apenas por Satanás. Aparelhado pelo Diabo, há de se levantar contra a criação e contra o próprio Criador. No entanto, ele não irá adiante, pois o Senhor Jesus Cristo o destruirá com o sopro de sua boca (2Ts 2.8). Ninguém pode resistir ao Cordeiro de Deus, porque Ele é o Leão da Tribo de Judá — o Rei dos reis e Senhor dos Senhores. Glória a Jesus!|| [Lições Bíblicas CPAD, Revista Adultos, 1º Trimestre 2020. Lição 11, 15 Março, 2020]
- Imaginemos o que será a reunião da maldade de todos os nomes da maldade conhecidos em um só homem... esse é o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda (2Ts 2.8).
- No momento divinamente estabelecido, em meio a tribulação, quando Deus afastar a restrição divina, Satanás, quem tem favorecido o espírito da iniquidade, tem, finalmente, a permissão para realizar o seu desejo de imitar a Deus, habitando o homem que fará a sua vontade como Jesus fez a de Deus. Isso também se encaixa no plano de Deus quanto a consumação do mal e o juízo do Dia do Senhor. A sentença de morte deste homem possuído por Satanás já está decretada e ocorrerá pelas mãos de Deus (Dn 7.26; Ap 17.11) e esse homem e seu companheiro, o falso profeta, serão lançados vivos no lago de fogo e enxofre, onde ele estará separado de Deus para sempre (Ap 19.20; 20.10).
Pb Francisco Barbosa