Classe Virtual:

Data/Hora Atualizada

04 Razões Básicas Porque Sou a Favor de Homens Dando Aula para Crianças na EBD




(Por Pr Renato Vargens)

Vivemos no Brasil uma grave crise familiar onde uma das principais características tem sido a ausência masculina em boa parte das residências. As consequências disso tem sido severas, visto que muitas crianças tem crescido sem uma salutar referência paterna, o que de certa forma tem contribuído para o surgimento de inúmeros problemas entre adolescentes e jovens.

Pensando nisso, e entendendo que crianças precisam de boas referências masculinas, tenho enxergado a Escola Bíblica Dominical como uma excelente oportunidade para que homens possam servir a Deus lecionando para meninos e meninas, atenuando assim a ausência, ou em alguns casos, omissão paterna em muitas famílias.

Isto posto, elenco pelo menos quatro razões básicas porque sou a favor de homens dando aula para crianças na EBD:

1-  Homens dando aula para crianças na Escola Bíblica Dominical contribuem com uma postura mais firme na construção de valores cristãos. Penso que firmeza e doçura devem caminhar de braços dados na educação de crianças. Mulheres, naturalmente são mais doces, o que de certa forma é muito bom, contudo, penso que em alguns casos, firmeza é absolutamente necessário.

2-  Homens dando aula para crianças na Escola Bíblica Dominical contribuem para construção de um modelo masculino para crianças que não possuem referência masculina em suas casas e lares.

3-  Homens dando aula para crianças na Escola Bíblica Dominical contribuem para uma visão por parte da criança de que homens possuem o papel de liderança e ensino bíblico em seus lares, família e igreja.

4- Homens dando aula para crianças na Escola Bíblica Dominical  servem como modelo de masculinidade e  hombridade num tempo onde a sociedade vivencia uma grave crise de masculinidade.

Isto posto, concluo que lugar de homem é também na sala de aula ensinando, instruindo, corrigindo e levando nossas crianças a crescerem no conhecimento e temor do Senhor.

Pense nisso!

Renato Vargens